quarta-feira, 31 de outubro de 2012

True Outspeak 10-31 by Olavo de Carvalho | Blog Talk Radio

True Outspeak 10-31 by Olavo de Carvalho | Blog Talk Radio

Obrigado pela visita, volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Aceleração e Depressão - Maria Rita Kehl no Café Filosófico



Obrigado pela visita, volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Metanoia - As 3 doenças fundamentais.



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

terapia das doenças espirituais - Filáucia



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

O Senhor do Aneis - Faces da personalidade - JRR. Tolkien



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

O Senhor do Aneis - História do Filme- JRR. Tolkien



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Receita de Lasanha Vegetariana



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

MS (Minutos de Saúde) - Geléia de Pimentão



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Gotye - Somebody That I Used to Know Legendado PT-BR [Lengendado]



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Sistema de chip em uniforme evita que alunos "matem aula"

Clique no link para ler a notícia completa no UOL


http://noticias.bol.uol.com.br/educacao/2012/10/30/sistema-de-chip-em-uniforme-evita-que-alunos-matem-aula-em-escola-no-distrito-federal.jhtm


Edgard Matsuki Do UOL, em Brasília Atualizado em: 30/10/2012 - 14h23 Há uma semana, um chip tem mudado a rotina dos 42 alunos do 1º ano do Centro de Ensino Médio 414, em Samambaia (DF). A turma do 1º B se tornou o centro das atenções na escola ao participar dos testes de um sistema de controle eletrônico de frequência que avisa professores, direção e pais sobre atrasos e tentativas dos alunos escaparem das aulas. Escola que testa chip não tem quadra coberta e professor de sociologia O chip “dedo-duro” é colocado no uniforme dos alunos. Toda vez que o estudante passa pelo portão de entrada da escola, um sensor registra a presença no computador da escola e avisa os responsáveis por meio de mensagem de celular. O sistema, que detecta a presença por ondas de radiofrequência, também registra o horário de saída da escola. Bruno Marques, responsável pelo sistema, diz que o chip é à prova de alguns tipos de tentativas de trapaças. “Se o aluno deixar o uniforme para outro colega trazer na mochila, o sistema vai detectar a entrada dos dois no mesmo momento. Se isso acontecer constantemente, a direção da escola pode investigar o que acontece”, explica. A diretora da escola, Remísia Tavares, conta que a ideia de testar a tecnologia se deu por causa do alto índice de evasão de alunos no meio das aulas. “Acontece de uma aula começar com 40 alunos e no final da tarde, a sala estar com 15, 20. Tentamos outras formas de controle das faltas, mas não deu certo”, diz a diretora, que entrou em contato com a empresa do chip após ver uma reportagem a implantação do sistema em Vitória da Conquista (BA). Com uma semana de testes, a diretora diz que ainda não é possível ver se o uso da tecnologia deu resultado. “O furor que a novidade trouxe fez com que os alunos ficassem bastante tempo fora da aula”, diz Remísia. Além do fator novidade, cinco uniformes com chip acabaram dando defeito. Para a escola, será possível avaliar os resultados após o fim do ano letivo. Até lá o chip será testado gratuitamente. Caso a ideia pegue, os custos serão de R$ 16 mensais para cada aluno. Isso acarretaria em um gasto de cerca 28.800 reais todos os meses, já que o CEM 414 conta com, aproximadamente, 1.800 estudantes. “Teríamos que ver se os custos seriam pagos pelos pais. É possível que façamos uma reunião no início do ano que vem para apresentar os resultados e debater”, diz a diretora. Ver em tamanho maior Escola do DF testa sistema de chip em uniformes Foto 1 de 13 - A turma do 1º B do do Centro de Ensino Médio 414, em Samambaia (DF), se tornou o centro das atenções na escola ao participar dos testes de um sistema de controle eletrônico de frequência que avisa professores, direção e pais sobre atrasos e tentativas dos alunos escaparem das aulas Mais Edgard Matsuki/UOL Divergências entre alunos e professores A decisão sobre a implementação do chip só sairá no início do ano que vem. Mas se depender dos alunos do CEM 414, a tecnologia não passará da fase de testes. De acordo com uma professora da escola (que não quis se identificar), há alunos com medo de o sistema ser implantado: “Eles dizem que vão ser manipulados pelos pais”. Entre os alunos da turma que testa a tecnologia, há os que não queriam o chip, mas aceitaram por questões de segurança e os que não concordam de forma nenhuma com a ideia. Rafael Aguiar, pertencente à “turma do fundão” do 1º B, diz ser contra o uso do sistema na escola: “Tem coisas mais importantes para se preocupar aqui. A gente não tem quadra coberta e ficam falando de chip”. Ele foi um dos cinco alunos que tiveram problemas com o sistema. Com um sorriso no rosto e o chip na mão, ele explica: “Caiu da camiseta, né”. Os representantes da turma Jéferson Alves e Bárbara Coelho são indiferentes em relação ao uso da tecnologia. “Para mim não faz diferença mesmo. Só uma vez na vida não fiquei na aula”, diz Jéferson. Bárbara diz, que pela questão da segurança, o chip pode ser bom: “Os pais vão saber que a gente chegou bem à escola. Apesar de que semana passada fui assaltada a caminho de casa e ter chip não faria diferença”. Entre as outras turmas da escola, o sistema tem sido visto como “desnecessário”. “Aqui não tem auditório, quadra de esportes e falta professor. Aí vai gastar dinheiro com chip”, diz o aluno Juan Cavalcanti, do 3º ano da escola. Outra aluna do 3º ano, que não se identificou, diz que “não está se sentindo confortável com o sistema”. Ao contrário dos alunos, os professores estão animados com a novidade. “Não se trata apenas de controle. Ao receber as mensagens por SMS, os pais vão estar mais participativos. E mais tranquilos”, diz a diretora Remísia Tavares. A supervisora pedagógica da escola Leila Souza ressalta que a medida deve ajudar a desafogar as linhas telefônicas da escola: “Há muito pais que ligam para saber se os filhos chegaram à escola. Com o aviso automático, esse número de telefonemas diminuiria”. O embate de opiniões entre professores e alunos é considerado normal por Quézia Bombonatto, presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia: "Quando a tecnologia convém [para os adolescentes], serve. Mas quando é usada para controle, há protestos. Isso já aconteceu no caso das câmeras de segurança nas escolas”. Ela ressalta que há uma tendência de uso de tecnologia para o ensino. “Não dá para ir contra a maré”, diz. Já a Secretaria de Educação do Distrito Federal ainda não se posicionou a respeito do uso do sistema. Por meio de nota, o órgão afirma que “não foi avisado sobre os testes e que está estudando outros projetos similares”. A SEDF diz que se os resultados do sistema da CEM 414 forem positivos, há possibilidade de o sistema ser implementado em todas as escolas do Distrito Federal.

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/educacao/2012/10/30/sistema-de-chip-em-uniforme-evita-que-alunos-matem-aula-em-escola-no-distrito-federal.jhtm
Edgard Matsuki Do UOL, em Brasília Atualizado em: 30/10/2012 - 14h23 Há uma semana, um chip tem mudado a rotina dos 42 alunos do 1º ano do Centro de Ensino Médio 414, em Samambaia (DF). A turma do 1º B se tornou o centro das atenções na escola ao participar dos testes de um sistema de controle eletrônico de frequência que avisa professores, direção e pais sobre atrasos e tentativas dos alunos escaparem das aulas. Escola que testa chip não tem quadra coberta e professor de sociologia O chip “dedo-duro” é colocado no uniforme dos alunos. Toda vez que o estudante passa pelo portão de entrada da escola, um sensor registra a presença no computador da escola e avisa os responsáveis por meio de mensagem de celular. O sistema, que detecta a presença por ondas de radiofrequência, também registra o horário de saída da escola. Bruno Marques, responsável pelo sistema, diz que o chip é à prova de alguns tipos de tentativas de trapaças. “Se o aluno deixar o uniforme para outro colega trazer na mochila, o sistema vai detectar a entrada dos dois no mesmo momento. Se isso acontecer constantemente, a direção da escola pode investigar o que acontece”, explica. A diretora da escola, Remísia Tavares, conta que a ideia de testar a tecnologia se deu por causa do alto índice de evasão de alunos no meio das aulas. “Acontece de uma aula começar com 40 alunos e no final da tarde, a sala estar com 15, 20. Tentamos outras formas de controle das faltas, mas não deu certo”, diz a diretora, que entrou em contato com a empresa do chip após ver uma reportagem a implantação do sistema em Vitória da Conquista (BA). Com uma semana de testes, a diretora diz que ainda não é possível ver se o uso da tecnologia deu resultado. “O furor que a novidade trouxe fez com que os alunos ficassem bastante tempo fora da aula”, diz Remísia. Além do fator novidade, cinco uniformes com chip acabaram dando defeito. Para a escola, será possível avaliar os resultados após o fim do ano letivo. Até lá o chip será testado gratuitamente. Caso a ideia pegue, os custos serão de R$ 16 mensais para cada aluno. Isso acarretaria em um gasto de cerca 28.800 reais todos os meses, já que o CEM 414 conta com, aproximadamente, 1.800 estudantes. “Teríamos que ver se os custos seriam pagos pelos pais. É possível que façamos uma reunião no início do ano que vem para apresentar os resultados e debater”, diz a diretora. Ver em tamanho maior Escola do DF testa sistema de chip em uniformes Foto 1 de 13 - A turma do 1º B do do Centro de Ensino Médio 414, em Samambaia (DF), se tornou o centro das atenções na escola ao participar dos testes de um sistema de controle eletrônico de frequência que avisa professores, direção e pais sobre atrasos e tentativas dos alunos escaparem das aulas Mais Edgard Matsuki/UOL Divergências entre alunos e professores A decisão sobre a implementação do chip só sairá no início do ano que vem. Mas se depender dos alunos do CEM 414, a tecnologia não passará da fase de testes. De acordo com uma professora da escola (que não quis se identificar), há alunos com medo de o sistema ser implantado: “Eles dizem que vão ser manipulados pelos pais”. Entre os alunos da turma que testa a tecnologia, há os que não queriam o chip, mas aceitaram por questões de segurança e os que não concordam de forma nenhuma com a ideia. Rafael Aguiar, pertencente à “turma do fundão” do 1º B, diz ser contra o uso do sistema na escola: “Tem coisas mais importantes para se preocupar aqui. A gente não tem quadra coberta e ficam falando de chip”. Ele foi um dos cinco alunos que tiveram problemas com o sistema. Com um sorriso no rosto e o chip na mão, ele explica: “Caiu da camiseta, né”. Os representantes da turma Jéferson Alves e Bárbara Coelho são indiferentes em relação ao uso da tecnologia. “Para mim não faz diferença mesmo. Só uma vez na vida não fiquei na aula”, diz Jéferson. Bárbara diz, que pela questão da segurança, o chip pode ser bom: “Os pais vão saber que a gente chegou bem à escola. Apesar de que semana passada fui assaltada a caminho de casa e ter chip não faria diferença”. Entre as outras turmas da escola, o sistema tem sido visto como “desnecessário”. “Aqui não tem auditório, quadra de esportes e falta professor. Aí vai gastar dinheiro com chip”, diz o aluno Juan Cavalcanti, do 3º ano da escola. Outra aluna do 3º ano, que não se identificou, diz que “não está se sentindo confortável com o sistema”. Ao contrário dos alunos, os professores estão animados com a novidade. “Não se trata apenas de controle. Ao receber as mensagens por SMS, os pais vão estar mais participativos. E mais tranquilos”, diz a diretora Remísia Tavares. A supervisora pedagógica da escola Leila Souza ressalta que a medida deve ajudar a desafogar as linhas telefônicas da escola: “Há muito pais que ligam para saber se os filhos chegaram à escola. Com o aviso automático, esse número de telefonemas diminuiria”. O embate de opiniões entre professores e alunos é considerado normal por Quézia Bombonatto, presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia: "Quando a tecnologia convém [para os adolescentes], serve. Mas quando é usada para controle, há protestos. Isso já aconteceu no caso das câmeras de segurança nas escolas”. Ela ressalta que há uma tendência de uso de tecnologia para o ensino. “Não dá para ir contra a maré”, diz. Já a Secretaria de Educação do Distrito Federal ainda não se posicionou a respeito do uso do sistema. Por meio de nota, o órgão afirma que “não foi avisado sobre os testes e que está estudando outros projetos similares”. A SEDF diz que se os resultados do sistema da CEM 414 forem positivos, há possibilidade de o sistema ser implementado em todas as escolas do Distrito Federal.

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/educacao/2012/10/30/sistema-de-chip-em-uniforme-evita-que-alunos-matem-aula-em-escola-no-distrito-federal.jhtm

Obrigado pela visita, e volte sempre. pegue a sua no TemplatesdaLua.com

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

The Acharya 13 PT-BR (Srila Prabhupada)



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

The Acharya 12 PT-BR (Srila Prabhupada)



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

The Acharya 11 PT-BR (Srila Prabhupada)



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

The Acharya 9 PT-BR (Srila Prabhupada)



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

The Acharya 10 PT-BR (Srila Prabhupada)



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Olavo de Carvalho confirma a infiltração da KGB e dos Illuminati na Igreja Católica e a tão sonhada e desejada eleição do papa deles.



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Olavo de Carvalho: Nova Ordem Mundial - Parte 7



Obrigado pela visita, volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

118 - É necessário fazer um curso de catequese na Igreja para receber a ...



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

128 - A Igreja mudou o seu ensinamento com relação a pena de morte?



Obrigado pela visita, volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Pasankusa jejum de Ekadasi 22



Pasankusa jejum de Ekadasi 22


                Yudhisthira Maharaja disse:

                   Madhusudana, qual é o nome do Ekadasi que ocorre durante o quarto-crescente do mês Asvina(setembro/outubro)?  Por favor seja misericordioso e fale-me sobre isto.
                   O Senhor Supremo Sri Krishna respondeu:

                   -Ó rei, ouça por favor enquanto Eu explico as glórias do Pasankusa Ekadasi, o qual remove todos os pecados. Neste dia a pessoa deve adorar, de acordo com as regras e regulações, a Deidade de Padmanabha, o Senhor de umbigo de lótus. Assim fazendo, adquire-se qualquer prazer celestial desejado neste mundo e por fim, se alcança a liberação. Simplesmente por se oferecer humildes reverências ao Senhor Vishnu, aquele que é transportado por Garuda, somente uma única vez, pode-se alcançar o mesmo mérito que é obtido pela execução de grandes penitências com os sentidos completamente controlados por um longo período de tempo. Embora a pessoa possa ter cometido pecados ilimitados, ela pode ainda assim escapar do inferno, simplesmente por prestar suas reverências ao Senhor Hari, o qual remove todos os pecados.

                   Os méritos obtidos por se peregrinar nos tirthas(lugares sagrados) deste planeta terrestre, podem também ser alcançados meramente pelo canto dos santos nomes do Senhor Vishnu(nota 1). Quem quer que cante estes nomes sagrados, tais como Rama, Vishnu, Janardana ou Krishna, especialmente no Ekadasi, nunca irá a morada de Yamaraja. Bem como aquele que jejua no Papankusa Ekadasi, o qual é muito querido por Mim, verá aquela morada.

                   Tanto o vaishnava que critica o senhor Shiva quanto o saivite que Me critica, ambos certamente vão ao inferno. O mérito obtido pela execução de mil Asvamedha yagna e cem Rajasuya, não é igual sequer a um sexagéssimo do mérito alcançado pela pessoa que jejua no Ekadasi. Não há mérito mais elevado que alguém possa obter, do que aquele alcançado pelo jejum no Ekadasi. De fato, nada nos três mundos é tão eficaz ou tão capaz de purificar alguém do pecado, quanto o Ekadasi, o dia do Senhor de umbigo de lótus, Padmanabha.

                   Ó rei, até que a pessoa observe o jejum no dia do Senhor Padmanabha, chamado de Papankusa Ekadasi, ela permanecerá pecaminosa, e as reações dos seus malfeitos passados nunca a abadonarão. Não há mérito em todos os três mundos que possa competir com o mérito alcançado por se observar o jejum neste Ekadasi. Ó rei, nem mesmo o Ganges, Gaya, Kasi, nem Puskara, ou até mesmo o lugar sagrado de Kuruksetra, pode outorgar tanto mérito quanto o Papankusa Ekadasi.

                   Ó Yudhisthira, protetor da terra, após observar o Ekadasi durante o período do dia, o devoto deve permanecer acordado durante a noite, pois assim fazendo, ele alcança facilmente a morada do Supremo Senhor Sri Vishnu. Dez gerações de ancestrais do lado materno, dez gerações do lado paterno e dez gerações do seu conjuge são todos liberados pela simples observação do jejum neste Ekadasi. Todos estes ancestrais alcançam as suas formas transcendentais originais de quatro braços. Usando roupas amarelas e belas guirlandas, eles sobem ao mundo espiritual nas costas de Garuda, o inimigo das serpentes. Esta é a benção que meu devoto alcança simplesmente por seguir um Papankusa Ekadasi corretamente.

                   Ó melhor dos reis, quer a pessoa seja uma criança, um jovem ou um velho, o jejum no Papankusa Ekadasi livra-lo-á dos pecados e fará com que esta pessoa fique imune ao renascimento no sofrimento infernal. Quem quer que observe o jejum neste Ekadasi livra-se de todos os seus pecados e retorna à morada do Senhor Hari. Aquele que doa ouro, sementes de gergelim, terra fértil, vacas, grãos, água potavel, um guarda-chuva, ou um par de sapatos neste dia muito sagrado, nunca terá de visitar a morada de Yamaraja, aquele que sempre pune os pecadores. No entanto se um residente da terra falha em executar atos espirituais, especialmente a celebração do jejum em dias santos tais como o Ekadasi, está dito que a sua respiração não é melhor do que a baforada do fole de um ferreiro.

                   Ó melhor dos reis, especialmente no Papankusa Ekadasi, até mesmo os pobres devem antes de tudo se banhar e então dar alguma caridade e executar outras ativiades auspiciosas de acordo com suas habilidades.

                   Quem quer que execute sacrifícios ou construa poços públicos, locais de descanço, jardins ou casas, não sofrerá as punições de Yamaraja. Realmente, deve-se compreender que uma pessoa certamente executou tais atividades piedosas em sua vida passada, se ela possui longa vida, riqueza, ou nascimento elevado ou então se está livre de todas as doenças. Mas a pessoa que observa o Papankusa Ekadasi, vai para a morada do Senhor Supremo.

                   O Senhor Krishna concluiu:

                   -Então, ó santo Yudhisthira, Eu narrei para você as glórias do Papankusa Ekadasi. Por favor pergunte-Me mais se deseja continuar ouvindo sobre o Ekadasi.
                   Assim acaba a narração das glórias do Papankusa Ekadasi ou Asvina-sukla Ekadasi
                                                            do Brahma-vaivarta Purana.

-NOTA-

01-De acordo com o Srimad Bhagavatam, Vishnu é uma encarnação Purusha da expansão quadupla do Sr. Sri Krishna.
                                                                                                 
-FIM-


Para fazer jejum na pratica procure um endereço perto de você na nossa Agenda

Para saber tudo sobre Jejum ou ekadasi clique nos links abaixo:
E
E
E


fonte:  http://radioharekrishna.com/Pasankusa_Ekadasi_jejum_de_Ekadasi_22.html

Obrigado pela visita, e volte sempre. pegue a sua no TemplatesdaLua.com

O Bhagavad-gita Como Ele É [Cap. 16 Verso 8] As Naturezas divinas e Demoníaca

  


*Todas as glórias a Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada!
 *O Bhagavad-gita Como  Ele É  [Cap. 16 Verso 8]
As Naturezas divinas e Demoníaca  
Tradução
Eles dizem que este mundo é irreal e sem nenhum fundamento ; que é produzido do desejo sexual e tem como causa apenas a luxúria. Dizem que não há Deus no controle.
Significado
Os demoníacos concluem que o mundo é uma fantasmagoria. Não há causa nem efeito, nenhum controlador, nenhum propósito: tudo é irreal. Eles dizem que esta manifestação cósmica surge devido a ações e reações materiais aleatórias. Eles não aceitam que Deus criou o mundo com um determinado propósito. Eles têm sua própria teoria: que o mundo apareceu por si próprio e que não há razão alguma para acreditar que exista um Deus por trás dele. Para eles, não há diferença entre espírito e matéria, e não aceitam o espírito Supremo. Tudo é apenas matéria, e supõe-se que o cosmo inteiro seja uma massa bruta. Segundo eles, tudo é vazio, e qualquer manifestação que exista se deve à nossa percepção ignorante. Eles afirmam que todas as manifestações de diversidade são exibições de ignorância. assim como num sonho podemos criar tantas coisas que de fato não tem existência. Então quando acordamos vemos que tudo não passa de um sonho. Mas na verdade, embora digam que a vida é um sonho, os demônios são muito peritos em desfrutar este sonho. E assim, em vez de adquirir conhecimento, eles cada vez mais se envolvem com suas fantasias. Eles concluem que, sendo o filho o simples resultado da relação sexual entre um homem e uma mulher, este mundo surgiu sem a presença da alma. Para eles, foi apenas uma combinação de matéria que produziu os seres vivos, e a existência da alma fica fora de cogitação. Assim como sem causa aparente muitas criaturas vivas surgem do suor ou de um corpo morto, todo o mundo vivo surgiu das combinações materiais que se processam na manifestação cósmica. Portanto, a natureza material é a causa desta manifestação, e não existe nenhuma outra causa.  Eles não acreditam nas seguintes palavras que Krsna falou no Bhagavad-gita: mayadhyaksena prakrtih suyate as- caracaram. “ Sob minha direção, o mundo material inteiro se move.” Em outras palavras, entre os demônios não há conhecimento perfeito acerca da criação do mundo; cada um deles tem sua própria teoria particular. Segundo eles, uma interpretação das escrituras é a mesma coisa que outra, pois eles não acreditam numa compreensão única dos preceitos das escrituras.
 seu servo_ gostha-vihari dasa (PS)
 ISKCON_Nova Gokula

Hare Krishna Hare Krishna Krishna Krishna Hare Hare
Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare
Quem canta Harê Krishna seus males espanta !
Colabore*






 




Obrigado pela visita, e volte sempre. pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Palavras de um novo mundo: PT, Lula, Presidenta Dilma, cadê vocês?

Palavras de um novo mundo: PT, Lula, Presidenta Dilma, cadê vocês?:    A Rede Podre de Televisão e suas nefastas tentativas de golpe        Muitos blogs, sites (os sujos, claro) estão desde ontem (23/10...

Obrigado pela visita, volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

terça-feira, 23 de outubro de 2012

O Poder da Maçonaria // NatGeo



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Classificação dos Tributos



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Você acredita em coisas irracionais?



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

127 - O demônio é um mito ou uma realidade?



Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Blog do João Maria Andarilho Utópico.: Psicopatas

Blog do João Maria Andarilho Utópico.: Psicopatas:   Psicopatas from Camila Oliveira Obrigado pela visita, volte sempre.

Obrigado pela visita, e volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Blog do João Maria Andarilho Utópico.: Doenças do foro psicológico

Blog do João Maria Andarilho Utópico.: Doenças do foro psicológico: Doenças do foro psicológico from Vera Lucia Lourenço Obrigado pela visita, volte sempre.

Obrigado pela visita, volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Rodrigo Jungmann sobre o antissemitismo islâmico.

Obrigado pela visita, volte sempre.